Manutenção de sites WordPress – O que significa e por que é necessária

Se você leva o site da sua empresa ou o seu negócio digital a sério é imprescindível contar com ajuda especializada para realizar uma manutenção proativa dos sistemas que o integram, seja através de um desenvolvedor WordPress integrado ao seu time ou de um pacote de manutenção de sites terceirizado.

Neste artigo irei te explicar o porquê.

Atualizações de software

O WordPress lança uma atualização a cada 2 meses em média. Essas atualizações visam corrigir erros e uma variedade de problemas de segurança que foram identificados pela comunidade, além de adicionar novos recursos e funcionalidades que podem melhorar o design e o desempenho do seu site.

Os principais componentes que precisam ser atualizados regularmente são o núcleo do WordPress, temas, plugins e outros softwares que integram o seu site para que tudo continue a rodar sem problemas.

Manutenção profissional de sites WordPress: concentre-se em seus negócios e deixe a parte técnica conosco. Nós cuidamos das atualizações e garantimos os backups e o monitoramento de segurança do seu site.

Gerenciamento de plugins

Plugins são aplicativos independentes desenvolvidos por vários desenvolvedores fora do WordPress e esses aplicativos são integrados ao WordPress para inserir novas funcionalidades ao seu site. Quando a equipe de desenvolvimento do WordPress lança atualizações para o software principal, é responsabilidade do desenvolvedor manter seus plugins atualizados e compatíveis com a nova versão.

Por isso, antes de optar por instalar um determinado plug-in é importante realizar uma pesquisa para verificar se ele está sendo devidamente mantido por um desenvolvedor confiável, ler as resenhas e verificar as últimas atualizações realizadas. Depois de instalado é importante continuar atualizando o plug-in para garantir a máxima compatibilidade com o WordPress.

Conflitos de software

Embora seja possível realizar as atualizações sozinho, fazê-lo corretamente é bastante demorado e arriscado. É importante que as atualizações sejam realizadas regularmente por um desenvolvedor profissional que saiba o que está fazendo e que seja capaz de monitorar e solucionar problemas que possam surgir durante e após a atualização.

Geralmente as atualizações de software ocorrem sem problemas, mas ocasionalmente elas entram em conflito umas com as outras e podem provocar problemas de funcionamento que podem causar uma experiência ruim para seus visitantes ou, pior ainda, derrubar seu site por completo.

Problemas de segurança

Outra razão pela qual é importante que um profissional realize uma manutenção consistente do WordPress é evitar possíveis violações de segurança. Quando as atualizações são instaladas, há alterações em seus arquivos, tornando seu site vulnerável a ataques de hackers.

Outra parte fundamental do processo de manutenção preventiva de um site WordPress é a realização de backups consistentes do seu site. Os backups também são realizados antes que as atualizações sejam feitas.

A verdade é que qualquer site baseado em CMS (Content Management System) é vulnerável a ataques de hackers. Assim, manter o núcleo do seu site WordPress, plugins e temas atualizados evitará que seu site fique vulnerável a infecções por malware e ataques externos.

Pensa que seu site não é um alvo para hackers?

“Mas o meu negócio é pequeno, ninguém teria um motivo para atacar o meu site”.

Este é um equívoco muito comum sobre a segurança do site e a necessidade de manutenção. Com muita frequência, os proprietários de websites colocam a manutenção em segundo plano porque têm um website pequeno ou não acreditam que alguém tenha motivos para roubar informações de seu site. Mas na verdade, se as atualizações forem ignoradas, você é o principal alvo de ataques mal-intencionados e eu irei te explicar o motivo.

Para hackers, não se trata de roubar informações, mas sim de sequestrar seu site para usar seu servidor como um ambiente de hospedagem para enviar e-mails de spam ou atacar outros servidores. Os hackers geralmente criam bots para procurar sites vulneráveis. Quando um ponto de acesso é detectado, o invasor entra e assume o controle do servidor.

O servidor é então usado massivamente para enviar spam para listas de e-mail ou para incluir links não contextuais e maliciosos nas páginas do seu site. Isso danificará a reputação do seu site com os mecanismos de pesquisa e os acionará para bloquear seu endereço IP, tornando o site praticamente inexistente nos resultados de pesquisa.

Tarefas comuns de manutenção de sites

Algumas das tarefas de manutenção mais importantes que precisam ser executadas em seu site são:

Atualizações do núcleo do WordPress

O próprio WordPress é uma plataforma que se move rapidamente. Novos recursos são adicionados e melhorados regularmente. Se o núcleo do WordPress não estiver atualizado, seu site gradualmente se tornará menos seguro e estável, e não estará funcionando no nível que deveria estar. Isso poderá causar uma experiência ruim para seus visitantes e também poderá causar um impacto negativo nas classificações dos mecanismos de pesquisa.

Atualizações do tema

Os temas são um framework que oferece funcionalidades e aparência ao seu site. Assim como o núcleo do WordPress, os temas são frequentemente melhorados e atualizados para otimizar a segurança e desempenho. Usar um tema desatualizado limita as funcionalidades, a segurança e o desempenho do seu site.

Atualizações de plugins

Plugins são aplicativos que podem ser integrados ao seu site WordPress para adicionar recursos e aumentar a funcionalidade. Existem muitos plugins diferentes disponíveis para ajudá-lo a fazer quase tudo, desde a criação de formulários até a adição de efeitos visuais.

Os plugins são criados por diferentes desenvolvedores e devem ser atualizados regularmente. Se o desenvolvedor disponibilizar uma atualização do plug-in, mas você não o atualiza em seu site, você poderá estar abrindo mão de recursos aprimorados ou causando problemas de segurança e falhas no seu site.

Backups fora do site

A plataforma WordPress é estável, mas isso não significa que seja impenetrável. No caso de seu site ser hackeado ou desativado por algum motivo, ter um backup externo (em um servidor remoto) pode evitar os efeitos devastadores de ter que começar do zero.

Os backups externos do seu site geralmente devem ser realizados periodicamente, principalmente se você publica conteúdo e realiza alterações nas páginas regularmente. No caso de um e-commerce, por exemplo, os backups devem ser realizados numa frequência ainda maior.

Monitoramento e proteção de segurança

Como mencionado, mesmo uma plataforma robusta como o WordPress oferece ocasionalmente brechas na segurança. Uma coisa que a maioria dos proprietários de sites não sabe é que o Google e outros mecanismos de pesquisa não hesitarão em colocar um site infectado por malware nas listas negras da web, deixando-o praticamente invisível na pesquisa. Por quê?

Porque um site invadido é um risco de segurança para os usuários e para outros sites. Ele permite a disseminação e o escalonamento de ataques de malware em outros sites e até mesmo ataques contra alvos e infraestrutura governamentais. Garantir que sua segurança está atualizada é certamente algo que deve ser levado a sério.

Entender as vulnerabilidades e tomar as precauções necessárias é vital para a proteção do seu site e, possivelmente, para a reputação da sua marca.

Inspeção e reparo de links quebrados

Os links inativos enviam uma mensagem para seus visitantes de que você não se importa o suficiente para cuidar do seu site e que provavelmente não cuida de outros assuntos comerciais, incluindo seus clientes. A varredura e a resolução de links quebrados ajudam a garantir que seus visitantes naveguem facilmente em seu site e não se sintam frustrados ao se depararem com o famigerado erro 404.

Links quebrados também podem prejudicar o posicionamento do seu site na busca. Quando os robôs dos mecanismos de pesquisa varrem o seu site e identificam vários links quebrados, eles acabam achando que seu site tem conteúdo obsoleto e de baixa qualidade e, portanto, não deve ser o melhor lugar para enviar os usuários que estão em busca de informação de qualidade.

Remoção de plugins não utilizados

Embora pareça inofensivo, deve-se evitar ter software inativo ou não utilizado em seu site. Talvez, em determinado momento, você tenha precisado desse plug-in, mas agora usa um plug-in diferente para realizar a mesma tarefa, o que deixa o antigo passível de causar conflitos e obstruir a velocidade e funcionalidades do seu site.

Observar os plugins e desinstalar os que não são necessários é um movimento de manutenção inteligente para diminuir o risco de uma falha ou mau funcionamento do site. Em regra, quanto menos plugins instalados no WordPress, melhor.

Remoção de comentários spam

Um blog no seu site WordPress pode ser um método excepcional de gerar tráfego e construir a imagem da sua marca. Os comentários em seus blogs também podem agregar informações adicionais e gerar discussões sobre tópicos importantes para seus visitantes.

Infelizmente, como os e-mails, postagens de comentários podem ser usadas como um veículo para spam, e se esses comentários spam estiverem visíveis para outros visitantes, sua reputação poderá ser prejudicada. Além disso, comentários spam fora de controle podem sobrecarregar o banco de dados do seu site, causando lentidão no carregamento das páginas.

Conclusão

Essas são apenas algumas das muitas tarefas de manutenção que são importantes em qualquer site, incluindo sites movidos pelo WordPress.

Se você leva o site da sua empresa ou o seu negócio digital a sério, é imprescindível contar com ajuda especializada para realizar uma manutenção proativa dos sistemas que o integram, seja através de um desenvolvedor WordPress integrado ao seu time ou de um pacote de manutenção de sites terceirizado.

Quer receber mais conteúdos como este gratuitamente?

Assine nossa lista VIP e os receba por e-mail em primeira mão.



Author: David Breder
Gerente de Desenvolvimento Web com mais de 8 anos de experiência e Consultor de E-commerce e Negócios Digitais pela ESPM.
error: